Edição: 12028 Data: 23/06/2017

Notícias - Veículos

Queda de vendas parece não ter fim

03/10/2015 -


Desde o auge da crise de 2008 que as vendas de carros novos não estavam tão baixas. O resultado da primeira quinzena de setembro, com apenas 89.751 unidades comercializadas, é portanto o pior dos últimos sete anos, com uma média diária de apenas 8.972 carros e comerciais leves.

Nos últimos três meses – junho (9.741), julho (9.539) e agosto (9.524) – as vendas diárias já não conseguiam atingir o patamar de dez mil unidades, mas é a primeira vez numa quinzena que ficam na casa dos oito mil.

Como a segunda quinzena é tradicionalmente melhor que a primeira e, neste mês, tem um dia a mais (onze), é possível que haja uma ligeira recuperação no fechamento de setembro, quando os números totais deverão ficar próximos dos registrados no mês anterior.

O ranking por marca permanece inalterado, com liderança da Fiat, embora com certa retração nas vendas em relação a agosto (16,6%). A Jeep, que no mês anterior entrou na lista das dez mais vendidas, subiu mais uma posição na quinzena, passando a Nissan.

Já no ranking por modelo o Jeep Renegade perdeu para o concorrente HRV, da Honda, que ficou entre os dez mais na quinzena (veja).


Mais Notícias