Edição: 12009 Data: 26/05/2017

Notícias - Garça

Correios voltam a atrasar entregas em Garça

11/01/2017 -


Apesar das reclamações, empresa afirma que entrega está normalizada

“Quando eu pensei que a coisa ia melhorar, ia ajeitar, volta o tormento tudo de novo. Nem chegou a ficar bom de fato”, reclama o senhor D.P.N sobre a entrega de correspondências dos Correios, em Garça.

O garcense, assim como tantos outros moradores, foi uma das vítimas do atraso no ano passado, e também foi um dos que reclamaram sobre o serviço prestado na cidade.

No ano passado, depois de várias reclamações e até de denúncia no Ministério Público, por parte do então vereador Francisco Nicola Cerebino Christóforo Júnior, as entregas deram uma regularizada, mas seguindo o dito popular: “alegria de pobre durou pouco”.

Segundo as reclamações recebidas pelo Jornal Comarca de Garça, o atraso voltou a ser registrado desde o mês de novembro.

“Desde novembro voltou a atrasar tudo de novo. Hoje (dia 9 de janeiro) eu ainda não recebi as contas com vencimento dia 5. Eles falam que o atraso é de quem envia os boletos, mas será que todo mundo resolve por as contas com atraso?”, questionou o garcense D.P.N.

Já para o trabalhador J.P, o que tem minimizado os problemas decorrentes do atraso, é o fato da esposa trabalhar em um local que possibilita o acesso à internet. “Minha esposa tem conseguido imprimir algumas coisas no serviço dela, mas isso não é certo. Eu tenho que receber minhas contas no prazo certo. Se eu não imprimir, quem é que vai arcar com os juros do cartão de crédito?” falou ele.

Outra afetada pelo problema é a professora M.R.S. No ano passado ela figurou entre os reclamantes e, naquela época, adotou a conduta de ir diretamente à agência buscar sua correspondência.

“Se continuar desse jeito, vou voltar a ir ao correio buscar. A gente espera, o carteiro não passa todo dia, ficamos esperando o dia dele passar, e nada. As entregas só vêm com atraso. Cheguei a pensar em mudar o dia de vencimento, mas falando com outros amigos, eles disseram que em nada resolveria, já que as entregas deles também estavam sendo feitas com atraso”, disse a professora.

Para a funcionária pública M.M. receber a correspondência em dia parece ser privilégio. Segundo a mesma, são muitos os transtornos e a caixa de correspondência fica vazia. “Tenho recebido contas depois de três dias de vencidas e nem sempre consigo acesso à internet para fazer segunda via. Às vezes a gente liga nas operadoras e eles passam o código de barras, mas nem sempre dá certo”, falou ela, completando que vem marcando nos envelopes o dia e o horário das entregas recebidas.

O Jornal Comarca de Garça tem recebido inúmeras reclamações sobre o problema, e não existe um bairro específico. Todos os que permitiram a divulgação moram em pontos diferentes da cidade. No entanto, a reclamação é sempre a mesma: correspondências que chegam após a data do vencimento da fatura, ou que nem chegam.



Empresa alega que não acontece atraso generalizado

Em contato com assessoria de imprensa dos Correios, a mesma alega que não procede a informação de atrasos generalizados na entrega de correspondências em Garça, conforme nota enviada ao Jornal Comarca.

“Não procede a informação de atrasos generalizados na entrega de correspondências em Garça. Foram constatados alguns atrasos pontuais em relação às postagens de correspondências que chegam do centralizador dos Correios para a unidade de distribuição de Garça. Em alguns casos, grandes empresas (pessoas jurídicas) realizam a postagem de objetos postais (faturas e boletos) com prazo extrapolado, e elas podem chegar aos Correios sem o tempo hábil necessário para o tratamento e a distribuição. Contudo, a entrega de correspondências, embora não ocorra de forma diária, vem sendo feita regularmente na cidade de Garça.”

A nota da empresa traz o mesmo esclarecimento feito no ano passado, quando ocorreram as primeiras reclamações.

 


Mais Notícias