Edição: 11950 Data: 24/02/2017

Variedades - Recordar é Viver

GARÇA FC. COMPLETOU 52 ANOS

18/02/2017

Jamais poderíamos deixar passar em branco o último dia 15 de fevereiro (terça-feira). Dia em que o Garça completaria 52 anos, caso estivesse em atividades. Com um pouco de saudosismo vamos lembrar um pouco daquela data, uma das mais importante do nosso futebol profissional.
O Garça Futebol Clube foi fundado no dia 15 de fevereiro de 1965, graças ao empenho de vários esportistas locais, saudosos do futebol profissional, tendo em vista que o Garça Esporte Clube estava com suas atividades paralisadas há vários anos. O outrora famoso “Azulão” sucedeu o Garça Esporte Clube, time muito respeitado em todo o interior paulista e que deu muitas glórias aos torcedores.
Hoje, lamentavelmente, a cidade está sem o futebol profissional. A última vez que o Garça pisou no tapete verde do Estádio Municipal “Frederico Platzeck” foi no ano de 2004.
Quando da fundação do Garça FC., o primeiro presidente foi o esportista Antônio Alexandre Marques. De início não havia um campo de tamanho oficial que atendesse às exigências da Federação Paulista de Futebol. Então a diretoria foi obrigada a participar do campeonato amador do Estado. O Jambo, tradicional equipe varzeana, foi escolhida como base para a formação do novo Garça. No dia 04 de outubro de 1966 foi inaugurado o Estádio Municipal “Frederico Platzeck”. A partir daí o Garça “entrou com tudo” no profissionalismo, fazendo grandes campanhas, contratando jogadores de bons gabaritos.
Foram muitas as conquistas do Garça Futebol Clube com destaque para a 4ª série no ano de 1968, campeão da 3ª Série em 1969, campeão da 2ª Divisão do Estado em 1969, campeão da série “Arthur Friedenreich em 1971, vice-campeão da 3ª Divisão em 1984, vice-campeão da série B1-B em 1995.
Em 1996, o Garça FC terminou como terceiro colocado da Série B1-A, o que valeu a ascensão à série A-3, uma espécie de terceira divisão do Estado. Os vice-campeonatos conquistados em 1984/95 e a terceira colocação em 96, valeram ascensão à divisão superior. Atualmente o Garça FC está com suas atividades paralisadas. Quem sabe um dia retorne novamente ao futebol profissional. Esta é uma incógnita que só o tempo dirá.
Hoje recordamos uma das formações do memorável time do Garça, do ano de 1969. A foto nos foi enviada por um internauta, e pasme, não conseguimos identificar três jogadores. Em pé da esquerda para direita: Plínio Dias, Ari Lima, Waldir Peres, Dadi, não identificado e Pedroso; agachados: Helinho Careca, não identificado, José Carlos Coelho, Osmar Silvestre e não identificado.
E provando que o Garça sempre teve um time respeitado, até mesmo um futuro presidente do Brasil, o Jânio Quadros, quando passou por Garça, em campanha para governador do Estado de São Paulo, fez questão de comparecer ao campo de Vila Williams, para ver o Garça jogar. De quebra deu o pontapé inicial do prélio, um verdadeiro “petardo” de esquerda. No fundo, o Hospital São Lucas ainda em construção.
O outro flagrante, também é do ano de 1969, quando o Garça foi campeão da então 2ª Divisão de Profissionais (no único título reconhecido pela Federação Paulista de Futebol), e a diretoria lançou uma revista comemorativa, contanto a carreira de cada atleta campeão. Veja o goleiro Waldir Peres Arruda, em início de carreira. Foi a maior revelação do futebol interiorano daquele ano. Sofreu apenas 12 gols em todo o campeonato, com uma média de menos de um gol por partida. Ao lado, alguns dos patrocinadores da revista: A Frangolândia, que ficava na à Rua Sargento Wilson Abel de Oliveira, 325, e “A Varanda”, restaurante e churrascaria ao ar livre, que funcionava à Praça Pedro de Toledo, 23.